Posts Tagged ‘cordel’

arte de cordel

dezembro 30, 2008

derlon_01

derlon_04

thaide_cordel
Como já falado noutro post, a cultura do cordel é riquíssima e através da sua simplicidade, convida todos olhares a darem uma espiada no que sua mensagem tem a dizer.

No site do pessoal do Design Coletivo, encontrei alguns trabalhos de artistas que utilizam esse estilo para darem vida às suas obras, o que eu acho bacana é que sendo uma linguagem extremamente popular, ela se aplica em qualquer lugar e interage com o ambiente à sua volta, fiquei imaginando em que situações ela poderia aparecer no caso de uma intervenção urbana, brincando com os espaços, nas ruas, calçadas, muros, postes etc, etc, etc…

http://www.designcoletivo.com/

mensagem em cordel

dezembro 23, 2008

cordel-016

cordel-021

cordel-031

cordel-041

cordel-05

cordel-06

cordel-07

cordel-08

A literatura de cordel é um tipo de poesia popular, originalmente oral, e depois impressa em folhetos rústicos ou outra qualidade de papel, expostos para venda pendurados em cordas ou cordéis, o que deu origem ao nome que vem lá de Portugal, que tinha a tradição de pendurar folhetos em barbantes. No Nordeste do Brasil, herdamos o nome (embora o povo chame esta manifestação de folheto), mas a tradição do barbante não perpetuou. Ou seja, o folheto brasileiro poderia ou não estar exposto em barbantes. São escritos em forma rimada e alguns poemas são ilustrados com xilogravuras, o mesmo estilo de gravura usado nas capas. As estrofes mais comuns são as de dez, oito ou seis versos. Os autores, ou cordelistas, recitam esses versos de forma melodiosa e cadenciada, acompanhados de viola, como também fazem leituras ou declamações muito empolgadas e animadas para conquistar os possíveis compradores.

Inspirado num natal mais brasileiro, sem neve, frio e renas, fiz para a agência onde trabalho, uma arte simulando a literatura de cordel, algo que daria um clima mais a ver com a nossa cultura.
Primeiro criei todo o texto, depois arrumei tudo para uma a composição em versos, em seguida ilustrei cada um. O resultado ficou tão bacana que virou até música, além de uma versão impressa.

Veja o cartão virtual clicando aqui


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.